segunda-feira, 4 de abril de 2011

NÃO DESFOLHEM OS LIVROS...

Um dos erros mais frequentes da nossa verbalização quotidiana é este: passamos o tempo a desfolhar livros, agendas, cadernos, revistas, enfim, tudo o que tem páginas. O que é uma pena, porque este é o verdadeiro significado de desfolhar:

Tirar as folhas a;

Proceder à descamisada de (o milho);

Perder a folha;

Perder o viço, a frescura;

Extinguir-se pouco a pouco.

Ora, julgo que ninguém estará interessado em infligir estas maldades aos livros. Então, passemos a folhear os livros e tudo o resto que tenha folhas de papel. Porque folhear, sim, significa virar as folhas a (um livro), manusear, percorrer, dividir em folhas.

E folha a folha, cresçamos.

2 comentários:

Pedrasnuas disse...

Folhear, mergulhar e viajar no enredo...ficar, permanecer...sem pressas de acabar...

Beijinho

Mel de Carvalho disse...

:) Exactamente, minha querida amiga. É grande este teu folhear de esperanças literárias - quem sabe se, destes, alguns não nos darão um dia, em livro, o prazer de os folhearmos?

Beijo e o meu carinho.
Mel